informe publicitário
 
Violão Erudito - Moschella - voltar à entrada do site
Press releases e Moschella na imprensa Página principal Programação de recitais Amostras sonoras e em vídeo Imagens em estúdio, ao vivo, carreira, amigos Peças do repertório atual Textos sobre violão e música Outros sites interessantes e úteis Para recitais, aulas, master-classes, palestras Enter the site in English Deixe seu recado!

- - - - - - - ESPETÁCULO PREMIADO PELA FUNARTE (clique para saber mais) - - - - - - -

grande sertão: variações
Uma viagem pelo repertório para violão do século XX em diálogo com a poética de Guimarães Rosa

Alexandre Moschella, violão e narração

(veja vídeos e ouça o trailer sonoro)

APRESENTAÇÃO

"
O espetáculo musical grande sertão: variações estreou em Bucareste, Romênia, em 2008 e, depois de apresentações em várias capitais, recebeu em 2010 o Prêmio Funarte de Circulação Literária (leia mais aqui), como incentivo para uma nova turnê pelo Brasil. Trata-se de uma inovadora homenagem a João Guimarães Rosa concebida na ocasião do centenário do escritor, nascido em 27 de junho de 1908.

O formato é inédito: um recital de violão inspirado no romance Grande Sertão: Veredas, obra-prima de Guimarães Rosa que se tornou um paradigma da literatura moderna brasileira e universal. O livro, no qual o ex-jagunço Riobaldo conta suas aventuras guerreiras e espirituais, é um universo inesgotável de atmosferas e sensações - não só narradas, mas também cantadas em sua prosa experimentalista e sonora.

Em grande sertão: variações, exploro a alquimia entre essa musicalidade literária e peças escritas para violão por compositores contemporâneos de Guimarães Rosa, como Heitor Villa-Lobos. Partindo de minha experiência pessoal de leitura e escuta, proponho associações entre as obras musicais e trechos do romance. Cada peça musical é introduzida pela recitação de um breve texto extraído do livro.

A intenção é ir além da música de raiz normalmente associada à obra de Guimarães Rosa e de outros escritores modernos, fazendo jus à rica estética literária com a apresentação de um repertório musical que renda igual homenagem ao popular e ao erudito.

Considerando a envergadura da obra de Guimarães Rosa e da produção musical da época, as possibilidades de associação são ilimitadas. Afinal, assim como Riobaldo diz do sertão, o som está em toda a parte."

Alexandre Moschella

PROGRAMA


Heitor Villa-Lobos (1887-1959)
Valsa-Choro

Convite à viagem pelo sertão. Convite ao sonho.


Heitor Villa-Lobos
5 Prelúdios

Prelúdio n. 1 - "O sertão está em toda a parte."

Prelúdio n. 2 - O singelo encontro com uma prostituta... que tem todos os dentes.

Prelúdio n. 3 - "Saudades, dessas que respondem ao vento; saudade dos Gerais."

Prelúdio n. 4 - Cruzando a terra árida.

Prelúdio n. 5 - O amor, o medo, a coragem. Estamos perto do que é nosso, mas não sabemos.


Marlos Nobre (1939)
Momentos I

Rastejando no mato, preparando a emboscada.


César Guerra-Peixe (1914-1993)
Prelúdio n. 4
Prelúdio n. 5

"O diabo não há! (...) Existe é homem humano. Travessia."


Leo Brouwer (Cuba, 1939)
La Espiral Eterna

"Tudo o que já foi, é o começo do que vai vir."


Leo Brouwer
Elogio de la Danza

"O diabo na rua, no meio do redemunho..."


(veja vídeos e ouça o trailer sonoro)

Press releases e Moschella na imprensa Página principal Programação de recitais Amostras sonoras e em vídeo Imagens em estúdio, ao vivo, carreira, amigos Peças do repertório atual Textos sobre violão e música Outros sites interessantes e úteis Para recitais, aulas, master-classes, palestras Enter the site in English Deixe seu recado!